Blog Biológico

Ultrassom de mamas: quando é indicado e o que o exame detecta

Março é o mês em que as mulheres estão em pauta, então é tempo de estimular o autocuidado, redobrar a atenção ao próprio corpo e garantir mais qualidade de vida. O autoexame é um gesto simples e complementa a prevenção de doenças relacionadas às mamas. Mas sabia que existem outros exames necessários para auxiliar na manutenção da saúde da mulher?

A visita ao ginecologista é parte da rotina de cuidados recomendados, esse especialista, que cuida de sua saúde em todas as fases da vida, deve ser consultado regularmente.

Como parte do protocolo, o médico pede a realização de uma bateria de exames. A ultrassonografia da mama deve fazer parte das solicitações de rotina e ser feita pelo menos uma vez ao ano ou sempre que a paciente notar alguma alteração no seio.

Como funciona o ultrassom de mamas?

A ultrassonografia mamária, ou ultrassom da mama, geralmente é solicitada pelo ginecologista/mastologista, para realizar a avaliação mamária após sentir algum caroço durante a palpação da mama, ou até mesmo se o exame de mamografia foi considerado inconclusivo.

O exame é rápido e indolor, dura em torno de 15 minutos, não aplica nenhum tipo de radiação no corpo, diferente de outros procedimentos como tomografia e raio x, dessa forma, não oferece risco às gestantes. As imagens capturadas são avaliadas pelo médico que realizou o procedimento e o laudo é emitido na mesma hora.

Normalmente, o melhor momento para a realização é no período pós-menstrual, pois, tende a ser o de menor sensibilidade na região da mama, o que proporciona mais conforto.

O que o ultrassom de mamas detecta?

O ultrassom da mama auxilia na detecção de possíveis lesões benignas ou malignas na mama, distingue cistos de nódulos sólidos, promove mais informações sobre os nódulos, ajuda na verificação de implantes mamários, avalia a estrutura glandular e possíveis distúrbios ou infecções.

Ultrassom de mamas substitui a mamografia?

Ultrassom de mamas e mamografia são exames diferentes, ambos são indicados para o mesmo fim, que é a detecção de problemas nas mamas, mas cada um tem suas características.

A mamografia é feita com um aparelho chamado mamógrafo, por meio de radiografia e através da compressão das mamas, gera imagens de alta qualidade que podem mostrar alterações não palpáveis, características do câncer de mama.

Já o ultrassom das mamas proporciona a visualização de imagens da estrutura interna da mama. Essas imagens auxiliam no fornecimento de informações para complementar ou excluir o diagnóstico de câncer de mama, que foram inconclusivas através apenas da mamografia.

Dessa forma, um exame não elimina a necessidade do outro, já que eles são complementares, mas é importante lembrar que o médico especialista, seja um ginecologista ou mastologista, que ditará a necessidade dos dois.

O Biológico é um laboratório de análises clínicas que está aumentando as categorias de serviços oferecidos. Agora o ultrassom de mamas pode ser realizado na unidade Eloy Chaves, em Jundiaí. 

Precisa realizar esse exame? Entre em contato e agende um horário. 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

AGENDAR EXAMES

Escolha como você gostaria de agendar: